Boa tarde, hoje é Domingo, 28 de Maio de 2017. Clique Aqui para login.
Indicator_red
Actualidade Nacional
XII Congresso Nacional e XI Ibérico de Geoquímica.

As sessões científicas previstas no programa estão subordinadas aos seguintes temas:

• Geoquímica de processos endógenos

• Hidrogeoquímica e geoquímica dos processos hidrotermais

• Métodos matemáticos e métodos analíticos

• Geoquímica orgânica e geoquímica de petróleo

• Geoquímica isotópica e cosmoquímica

• Geoquímica ambiental, biogeoquímica e apeamento

geoquímico

• Prospeção geoquímica

• Matérias-primas de interesse industrial

• Património geológico e mineiro

• Ensino e divulgação da geoquímica

 

Introduzido por: WebMaster em 2017-05-16 15:05:29
Falecimento do Prof. Doutor Britaldo Rodrigues.

A carreira docente prosseguiu, após o regresso a Portugal, sucessivamente no Instituto Universitário de Évora (1974-1975), nas Universidades de Aveiro (1975-1977), de Lisboa (1978-1992) e novamento de Aveiro (desde 1992), tendo-se aposentado como Professor Catedrático nesta última Universidade em 2001, onde prosseguiu actividades de investigação integrado no GeoBioTec. Foi também Director do Departamento de Geociências da Universidade dos Açores (1983-1992), Director do Centro de Vulcanologia das Universidades de Lisboa e dos Açores (1985-1992), Coordenador Científico das Unidades de Investigação “Processos e produtos da evolução litosférica” (1995-1998) e “Evolução Litosférica e do Meio Ambiental de Superfície” (ELMAS) (1998 – 2002) do Instituto de Investigação da Universidade de Aveiro e investigador responsável do Projecto INTERGEOFOGOS – “Geospheric  interaction in oceanic islands: the volcanoes of Fogo (Azores) and Fogo (Cape Verde)”, financiado no âmbito do Programa “SAPIENS-99”(desde 2000). Após a aposentação foi, ainda, Vice-Reitor (2001-2002) e Reitor (2002-2004) da Universidade Moderna de Lisboa. Em todas estas instituições foi notável a sua actividade pedagógica, administrativa e científica tanto como professor como investigador responsável por projectos e unidades de investigação.
A sua actividade em altos cargos públicos e políticos foi extensa; referência especial para o desempenho dos cargos de Director Geral do Ensino Superior (1980-1981) e de Secretário de Estado do Ensino Superior (1983-1984) do XI Governo Constitucional. Após a entrada de Portugal na então Comunidade Europeia foi Presidente do Instituto Nacional de Investigação Científica (INIC) (1987-1991). Foi, também, membro da Comissão de Reforma do Sistema Educativo (1986-1988; Presidente em 1988) e do Conselho Nacional de Educação (1989-1992).
Nos Açores, a convite do Presidente do Governo Regional, Dr. Mota Amaral, desempenhou as funções de Presidente do Conselho de Administração da Sociedade Geotérmica dos Açores (SOGEO) (1991-1994) e de Coordenador do Projecto Geotérmico de São Miguel (1994-1997).
Foi um dos fundadores da Rede Europeia de Vulcanologia que agregou vários países – Portugal, Espanha, França, Itália, Grécia, Reino Unido e Islândia – e cuja associação levou ao desenvolvimento de vários projectos de interesse europeu. Esta Rede foi apresentada e aprovada na 1ª Conferência de Ministros Europeus responsáveis pela investigação, promovida em Setembro de 1984 pela Assembleia Parlamentar do Conselho da Europa.
Foi eleito sócio correspondente da 4ª Secção da Classe de Ciências da Academia de Ciências de Lisboa (ACL) em 1981 e sócio efectivo em 1989; em 2016 foi designado como Académico Emérito. Desempenhou, ainda, na ACL, os cargos de Secretário da Classe de Ciências (2005) e de Vice-Secretário Geral da Academia (2005-2010).
Além de uma vasta bibliografia geológica, particularmente nos domínios da Petrologia e da Geoquímica, publicou vários trabalhos sobre temas de política científica e de educação, versando particularmente a investigação científica, a autonomia universitária, o acesso ao ensino superior, a reforma e a lei de bases do sistema educativo.

(texto preparado pelo colega Rogério Rocha, Presidente da Mesa da Assembleia Geral da SGP)

Introduzido por: WebMaster em 2017-05-16 16:05:09
3ª Final das Olimpíadas Portuguesas de Geologia.

As Olimpíadas também não seriam possíveis de realizar sem inestimáveis apoios externos, como o do Ministério da Educação, da Agência Nacional Ciência Viva que têm sido fiéis patrocinadores do avento, bem como da Somincor e Fundação Calouste Gulbenkian, com financiamento também importante. Não menos importante se tem revelado o extraordinário apoio que o Geoparque Açores tem dado à SGP, pois tem assumido inteira responsabilidade pelo bom (excelente) funcionamento das OPG nas diversas ilhas da Região Autónoma, principalmente na Fase Regional, mas também na Final.

Por isso a Direcção da SGP, deixa aqui publicamente, mais uma vez, o seu profundo agradecimento por todas estas colaborações e ajudas e convida TODOS os interessados a virem assistir ao desenrolar das provas (teórica e 2 práticas) associadas à Final e à divulgação e entrega de prémios aos três primeiros classificados, que representarão Portugal na final internacional em França.

Flyer OPG 2017

Apresentação OPG 2017

Alguns links para os quais recomendamos uma visita:

http://www.socgeol.org/olimpiadas_1

http://www.apgeologos.pt/index.php?option=com_content&view=article&id=3914:olimpiadas-portuguesas-da-geologia-edicao-20162017&catid=16&Itemid=144

http://www.portugal.gov.pt/pt/ministerios/medu/noticias/20160907-medu-geologia.aspx

http://aurinegra.pt/medalhas-para-portugal-nas-olimpiadas-internacionais-de-ciencias-da-terra/

http://www.cvarg.azores.gov.pt/noticias/Paginas/20160926-olimpiadas-internacionais-ciencias-terra.aspx

http://cmmdo.cm-murca.pt/site/index.php/item/577-aluno-de-murca-conquista-a-medalha-de-prata-nas-olimpiadas-internacionais-de-ciencias-da-terra-ieso-2016-no-japao

http://www.diarioaveiro.pt/noticia/9794

http://dererummundi.blogspot.pt/2016/09/estudantes-portugueses-ganham-medalhas.html

http://www.tribunaalentejo.pt/artigos/portugal-em-grande-nas-olimpiadas-internacionais-de-ciencias-da-terra

http://www.sulinformacao.pt/2016/09/estudantes-portugueses-ganham-medalhas-nas-olimpiadas-internacionais-de-ciencias-da-terra-no-japao/

http://blogue.rbe.mec.pt/3-a-edicao-das-olimpiadas-portuguesas-2008983

https://juventude.gov.pt/Eventos/EducacaoFormacao/Paginas/ccvestremoz-olimpiadas-portuguesas-geologia.aspx

https://www.pressreader.com/portugal/jornal-de-not%C3%ADcias/20160613/282084866080740

http://www.diariodetrasosmontes.com/noticia/aluno-de-murca-apurado-para-representar-portugal-no-japao

https://www.facebook.com/permalink.php?id=192772970763173&story_fbid=1341049192602206~

http://esdpedrov.blogspot.pt/2016/10/olimpiadas-portuguesas-da-geologia.html?m=1

http://www.agansiao.pt/olimpiadas-portuguesas-de-geologia/

http://imenso-sul-alentejo.blogspot.pt/2016/10/olimpiadas-da-geologia.html

http://www.mdb.pt/noticia/craque-da-geologia-vai-representar-portugal-5361

http://terraalentejana.blogspot.pt/2016/09/ciencia-viva-mais-uma-vez-geologia.html

http://www.regiaodeagueda.com/site/aluno-da-esap-apurado-para-representar-portugal/

https://www.facebook.com/AzoresGeopark/photos/a.323905510974180.82351.320586117972786/1278100995554622/?type=3&theater

Introduzido por: WebMaster em 2017-05-16 17:05:30
XXII Bienal da Real Sociedad Española de Historia natural.

A Real Sociedade Espanhola de História natural organiza a sua XXII bienal, desta vez e pela primeira vez fora do seu território nacional. Com efeito a mesma irá ter lugar na cidade de Coimbra, através da sua Universidade, com a colaboração dos respectivos departamentos de Ciências da Terra e Ciências da Vida, bem como do Museu de Ciência, entre os dias 6 e 9 de Setembro de 2017.
O tema principal da reunião será “Os Mapas da Natureza” que terá como áreas temáticas: 1) os mapas da Natureza, 2) Botânica e Zoologia, 3) Geologia geral e Paleontologia, 4) Museologia das Ciências Naturais, 5) Ensino das Ciências Naturais e das Ciências Ambientais nos cilcos Básico, Secundário e Licenciaturas, 6) História das investigações em Ciências naturais, 7) Geografia Física e Bioarqueologia e 8) outros trabalhos relacionados com a História Natural.
Os resumos, que deverão ter uma dimensão até 2 páginas (ver template na página de submissão dos resumos e da reunião) poderão ser submetidos até ao final do mês de Maio e poderão ser escritos em português, castelhano ou inglês.
Toda a informação pertinente ao acontecimento poderá ser vista com maior pormenor na 2ª circular. A Sociedade Geológica de Portugal colabora no evento e os seus sócios com quotas em dia podem beneficiar de desconto na inscrição.

Introduzido por: WebMaster em 2017-05-19 08:05:33
Notícias Breves
Apoio: Fct     Membro de: Aegs Dgeg Logo_iageth Logo_inqua Iugs_logo